24.9.11

Filme de Mulherzinha - Ardida como Pimenta

Olá queridas! Hoje é sábado e dia de fazer seu look com batom rosa! rsrs

Gosta de filmes de Faroeste? Não?! Pois este eu acredito que fará vocês dizerem no final: "Ai que lindo!" rsrsrs. Quero compartilhar com vocês um filme que revi nessa semana. Eu assisti quando era criança e nunca mais esqueci! Ardida como Pimenta (Jane Calamity, 1953), com a adorável Doris Day, é um filme muuuuito antigo e musical (amo!) é uma comédia romântica na qual os atores catam em várias partes.

 


 

Sinopse
O filme se passe em Deadwood Stage, um lugar de garimpeiros e vaqueiros arruaceiros, numa época em que os índios estavam em pé de guerra. O dono do saloon Golden Garter resolve tentar contratar uma famosa cantora da época, Adelaide Adams de Chicago, para substituir Frances Fryer, que deixara o local. Incumbe Calamity Jane de viajar e trazer a cantora.
Calamity é uma rude aventureira, com linguagem descuidada, roupas masculinizadas, armada e sempre coberta de poeira, o que esconde sua beleza. Para os homens, principalmente seus amigos Danny Gilmartin e Wild Bill Hickok, ela é um deles, ainda mais quando o assunto são armas, índios ou cavalos.
Quando chega no teatro em Chicago, Calamidy se engana e confunde Adelaide com a sua criada, Katie Brown, quando vê esta cantando. Convidando Brown, ela aceita e chega à cidade. Mas no seu primeiro show, logo é descoberto que Katie não é Adelaide. Katie é quase morta, mas é protegida por Calamity Jane, que pede para que a deixem cantar, pois, segundo ela, é também uma grande cantora. Com a proteção de Calamidy, Katie consegue se apresentar e faz muito sucesso.
Calamity e Katie se tornam amigas. Calamity conta a ela sua paixão secreta pele tenente Danny Gilmartin. Katie resolve ajudar Calamity, emprestando-lhe uns vestidos e ensinando-a a se comportar como dama. Mas as coisas não saem como elas querem, pois Kate se apaixona por Gilmartin, o que logo é descoberto por Calamity, que se sente traída. Mas quando tudo parece ir mal para a aventureira, ela encontra uma nova paixão.

Já viram esse? O que acharam? Deixe o preconceito de lado e confira!


b-JÚ





Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada pela visita! Assine o feed (se cadastrar por email na barra lateral) e saiba tudo o que acontece por aqui em primeira mão.